X

OPSS:


DESCULPE!!!

Você precisa esta navegando em um dispositivo móvel para compartilhar via Whatsapp!

X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Resultados das Loterias:

Rádio Frequência Garopaba - Sempre ao lado de Garopaba e região!

Novembro foi marcado pelo avistamento de Baleias da Espécie Bryde em Itapirubá

Confira fotos inéditas da equipe do Projeto ProFRANCA, que conta com patrocínio Petrobras, de duas baleias no domingo dia 15

Por: RSC Portal - Dia: - Em: Geral

Fonte da Notícia: www.rscportal.com.br

Novembro foi marcado pelo avistamento de Baleias da Espécie Bryde em Itapirubá
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Imagem baleias.com.br

Postado originalmente por:

No domingo (15/11), a equipe do Projeto ProFRANCA, que conta com patrocínio Petrobras, avistou duas baleias-de-bryde na praia de Itapirubá Norte, Imbituba, SC. As baleias estavam a poucos metros da zona de arrebentação, em frente à sede do projeto.

Novembro foi marcado pelo avistamento de Baleias da Espécie Bryde em Itapirubá
O borrifo da baleia de bryde é um vapor único, diferente das baleias-franca que geralmente é observado em formato da letra “V”. Na foto é possível visualizar a Ilha das Araras ao fundo, em frente á sede do ProFRANCA/IA.

Uma característica física que facilita a identificação da espécie é a presença uma quilha central proeminente e duas quilhas laterais na região da cabeça, como pode ser observado nas imagens aéreas capturadas de forma inédita pela equipe.

Novembro foi marcado pelo avistamento de Baleias da Espécie Bryde em Itapirubá
Baleia de Bryde: a presença uma quilha central proeminente e duas quilhas laterais na região da cabeça permite a identificação da espécie.

Diferente da baleia-franca, a baleia-de-bryde não realiza grandes migrações. A presença delas normalmente é associada à presença de cardumes de presas. “Em novembro, período da safra da anchova, a avistagem de baleias-de-bryde se alimentando deste peixe na costa catarinense é comum e já foi registrado anteriormente pela nossa equipe, porém nunca havíamos conseguido filmar”, explica Eduardo Renault, Gerente de Pesquisa do ProFRANCA/Instituto Australis.



A baleia-de-bryde é a única espécie de baleia que vive exclusivamente em regiões temperadas e tropicais, e não migra para regiões polares. Estas baleias se movimentam longitudinalmente, entre regiões costeiras e oceânicas. Não apresentam um período reprodutivo específico, os filhotes podem nascer ao longo de todo o ano, e elas têm um filhote a cada 2 anos, em média. As baleias-de-bryde podem atingir 15 metros de comprimento, com o peso máximo registrado de 26 toneladas. No Brasil, ocorrem com maior frequência nas regiões Sudeste e Sul. Alguns estudos apontam que a presença desta espécie é associada a fenômenos de ressurgência, como os que ocorrem em Cabo Frio/RJ e no Cabo de Santa Marta, em Laguna/SC. Durante o período da caça, a espécie foi explorada principalmente na costa do Rio de Janeiro, porém os dados da caça são escassos. A baleia-de-bryde é uma das poucas espécies de baleias não consideradas ameaçadas, porém a IUCN ainda considera esta espécie com Dados Insuficientes para avaliação.

Temporada reprodutiva das baleias franca

Este ano, a temporada reprodutiva das baleias-franca no sul do Brasil foi atípica, com menor número de baleias e menor tempo de permanência delas na região. A temporada reprodutiva das baleias-franca vai até o final de novembro, porém a última avistagem na região da Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca foi no dia 15/10. Durante a temporada, esta região é monitorada sistematicamente a partir de pontos de observação em terra, com o objetivo de analisar a ocorrência e distribuição da espécie. O monitoramento teve início em meados de agosto e vai até o final de novembro, seguindo a metodologia de pesquisa do Projeto ProFRANCA, que conta com patrocínio Petrobras. Neste ano, o número de baleias-franca avistadas no monitoramento aéreo foi o menor dos últimos anos, com 42 baleias-franca registradas. O sobrevoo foi realizado em setembro, pela Expedição ProFRANCA, ao longo do litoral de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, cobrindo quase 1000 km de costa.

Para saber mais visite www.baleiafranca.org.br e acompanhe nossas redes sociais @institutoaustralis.

O ProFRANCA – Projeto Franca Austral – é realizado pelo Instituto Australis e conta com patrocínio Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Deixe seu comentário aqui:

Confira Também!

Veja abaixo algumas postagens relacionadas podem te interessar: