X

OPSS:


DESCULPE!!!

Você precisa esta navegando em um dispositivo móvel para compartilhar via Whatsapp!

X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Resultados das Loterias:

Rádio Frequência Garopaba - Sempre ao lado de Garopaba e região!

Grupo chinês diz que vacina contra Covid-19 mostra completa eficácia

Participaram desta etapa dos testes 1.120 indivíduos

Por: RSC Portal - Dia: - Em: Saúde

Fonte da Notícia: www.rscportal.com.br

Grupo chinês diz que vacina contra Covid-19 mostra completa eficácia
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Da CNN, em São Paulo
28 de junho de 2020 às 17:45
 
Foto: Bing Guan – 17.mar.2020/ Reuters

O grupo farmacêutico chinês China National Biotec Group (CNBG) informou neste domingo (28) que uma vacina contra o novo coronavírus em desenvolvimento pela empresa se mostrou capaz de imunizar todas as pessoas que receberam as doses. Participaram desta etapa 1.120 indivíduos, sendo que todos produziram anticorpos contra o vírus causador da Covid-19.

"Com referência a produtos similares no passado, combinados com dados humanos existentes, sugere-se inicialmente que a nova vacina desenvolvida seja segura e eficaz", diz o texto publicado pela CNBG na rede social chinesa WeChat.

Na nota, o grupo também disse ter construído uma fábrica em Pequim com capacidade de produzir até 120 milhões de unidades da vacina a cada ano. Empresas e pesquisadores chineses receberam permissão para testar oito candidatas a vacina em humanos tanto no país quanto no exterior.

Em 11 de junho, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que o Instituto Butantan vai produzir uma outra vacina chinesa contra o novo coronavírus, em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech.

Oxford

O governo brasileiro anunciou no sábado (27) uma parceira com o Reino Unido para a produção da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pelo laboratório AstraZeneca no combate ao coronavírus. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) receberá a tecnologia e insumos.

Na primeira fase do acordo, o Brasil contará com 30,4 milhões de doses. O valor da parceria é de US$ 127 milhões, sendo os custos de processo de transferência de tecnologia estimados em US$ 30 milhões.

(Com informações do Estadão Conteúdo e Reuters)

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Deixe seu comentário aqui:

Confira Também!

Veja abaixo algumas postagens relacionadas podem te interessar: